SOFTWARES E POTENCIALIDADES EDUCATIVAS: UMA POSSÍVEL (RE)CONCEITUAÇÃO FRENTE APLICAÇÃO DE MÚLTIPLAS METODOLOGIAS

Nahun Thiaghor Lippaus Pires Gonçalves, Fabiana Da Silva Kauark, Flávio Lopes Dos Santos, Michele Waltz Comaru, Alex Jordane De Oliveira

Resumo


Essa pesquisa parte da intenção de avaliar a potencialidade educativa de um software que não é classificado como educativo por meio da utilização de múltiplas metodologias e mediação do professor, promovendo a aplicação da tecnologia no ensino de química de forma inovadora para os alunos. Dessa forma, aplicamos a utilização do software AVOGADRO através de sequência didática com alunos de três turmas do 3° ano do ensino médio de duas escolas públicas estaduais do Espírito Santo situadas nos municípios de Viana e Cariacica. Os resultados demonstram um maior desenvolvimento da turma onde se aplicou as múltiplas metodologias com utilização do software, nessa turma 75% dos alunos ficaram na/acima da média perante avaliação, enquanto nas outras turmas esse desenvolvimento caiu para 62%. A conduta didática aponta para a cautela de interpretações que se deve ter ao julgar uma ferramenta, pois a nomenclatura utilizada às vezes pode inviabilizar alternativas produtivas nesse contexto.

Palavras-chave


sequência didática, múltiplas metodologias, software, ensino de química, potencialidade educativa

Texto completo:

131 - 142

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica

ISSN: 2236-2150 (Eletrônica)

ISSN: 2179-6955 (Impresso)  

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.