A AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU NO CONTEXTO DOS INSTITUTOS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA.

Carina Gomes Messias Alves, José Claudio Del Pino

Resumo


Os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – IFs foram criados pela Lei nº 11.892/2008 a partir da agregação/transformação de antigas instituições de educação profissional. Antes da denominação como Instituto Federal, essas instituições já atuavam no Sistema Nacional de Pós-Graduação-SNPG buscando ofertar cursos de Pós-Graduação stricto sensu. Em 2000, foi submetida a primeira proposta de curso e, em 2004, foi recomendado pela CAPES o primeiro curso de Pós-Graduação ofertado por IF. Tendo em vista o contexto de submissão de proposta de curso novo, recomendação e reavaliação de curso de Pós-Graduação stricto sensu pela CAPES, o objetivo do presente estudo é analisar a participação e o desempenho dos IFs no SNPG.


Palavras-chave


Educação Profissional, Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia; Sistema Nacional de Pós-Graduação, Avaliação da Pós-Graduação.

Texto completo:

21 - 64

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica

ISSN: 2236-2150 (Eletrônica)

ISSN: 2179-6955 (Impresso)  

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.