CIÊNCIA E PODER: A CONSTITUIÇÃO DE DISCURSOS SOBRE A HOMOSSEXUALIDADE

Joao Carlos Pereira de Moraes, Alice Stephanie Tapia Sartori

Resumo


A ciência permeia o cotidiano das pessoas, perpassando a constituição no modo de pensar sobre temas polêmicos na sociedade. Neste contexto, este trabalho visa discutir o poder da ciência, as visões sobre ela daqueles que procuram respaldar seus argumentos embasados em padrões científicos e o papel da escola e do livro didático perante isso. Como foco problematizador utilizamos a questão, atualmente debatida, homossexualidade, partindo dos vídeos: entrevista com o pastor Silas Malafaia, resposta do geneticista Eli Vieira e contra resposta do pastor.  Como percurso para escrita, iniciamos com alguns apontamentos sobre a história da homossexualidade, como os saberes da ciência influenciaram nessas questões e como são vistas na atualidade. A partir desta problemática delineamos pressupostos utilizados para validar argumentos por meio de aspectos científicos e as concepções de ciência pertinentes aos sujeitos dos vídeos. E, levando em consideração que a escola é um lugar privilegiado para constituição de subjetividades, propomos que questões sociais e concepções sobre ciência podem também ser debatidas ali e não deixadas de lado como vem sendo feitas.

Palavras-chave


Concepções de Ciência, Educação Científica, Homossexualidade, Livro didático.

Texto completo:

67 - 83

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica

ISSN: 2236-2150 (Eletrônica)

ISSN: 2179-6955 (Impresso)  

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.