OS DIFERENTES CONCEITOS DE DIVISÃO À LUZ DA TEORIA DA FORMAÇÃO DAS AÇÕES MENTAIS: A SURDEZ EM FOCO

Thamires Belo de Jesus, Edmar Reis Thiengo

Resumo


O eixo central deste estudo surgiu da necessidade de elaborar práticas pedagógicas inclusivas para o ensino e aprendizagem de matemática para alunos surdos. Este estudo objetiva-se discutir diferentes conceitos de divisão com base na comparação de figuras geométricas de forma a verificar como figuras de maior área podem ser construídas com figuras de menor área. Os dados foram produzidos por meio de uma intervenção realizada com uma aluna surda do 8º ano do Ensino Fundamental de uma escola municipal localizada em Vitória, ES. Foram utilizados como instrumentos de pesquisa, o material pedagógico “Escala Algébrica”, Formas geométricas, além de atividade que envolvem o algoritmo da divisão. As estratégias que englobam este estudo, foram elaboradas com base na Teoria da Formação das Ações Mentais por Etapas, criada por Piotr Galperin. Observamos indícios da construção de conceitos nos planos material, da linguagem externa e mental, constituindo-se evidências de aprendizagem. Verificamos que o Material Pedagógico “Escala Algébrica” influenciou como mediador entre a aluna surda, o professor e o objeto de ensino em questão e atuou como potências do desenvolvimento mental da aluna surda.

Palavras-chave


Ensino de Matemática para surdos. Educação matemática e inclusão. Divisão.

Texto completo:

189 - 205

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica

ISSN: 2236-2150 (Eletrônica)

ISSN: 2179-6955 (Impresso)  

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.