Competências matemáticas em crianças autistas: um estudo de caso

Liliana Cristina Tavares, Isabel Calado, António Pedro Costa, Estela Coelho

Resumo


O artigo resume o estudo que analisou o “Dossier Pedagógico Barrinhas do Ludo, o Sonhador - Imagina, Constrói e Sonha com o Cuisenaire", identificando potencialidades e constrangimentos do seu uso com crianças autistas, em idade pré-escolar. Usou-se uma metodologia qualitativa, com enquadramento de estudo de caso, os dados foram recolhidos através da observação e analisados através da técnica de análise de conteúdo, identificando vantagens e desvantagens da utilização do material manipulável Cuisenaire com crianças autistas. Verificou-se que existem potencialidades associadas ao seu uso pelo que se desenvolveram competências no aluno: comunicativas, conhecimento dos atributos tamanho e cor, desenvolvimento da motricidade fina, entre outras.

Palavras-chave


matemática, materiais manipuláveis estruturados, barras Cuisenaire, autismo, pré-escolar

Texto completo:

67 - 85

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica

ISSN: 2236-2150 (Eletrônica)

ISSN: 2179-6955 (Impresso)  

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.