INVESTIGANDO O ENSINO DE FÍSICA REALIZADO A UMA ALUNA DEFICIENTE VISUAL: REFLEXÕES NECESSÁRIAS NUM ESTUDO DE CASO DE UMA ESCOLA DO OESTE DO PARÁ

Marcos Gervânio de Azevedo Melo, Joanise Soares da Silva, Jucicléia Leitão da Silva, Sani de Carvalho Rutz da Silva, Marcos Cesar Danhoni Neves

Resumo


Este artigo investiga uma experiência de ensino de Física a uma aluna com deficiência visual de uma escola estadual de Ensino Médio em Alenquer-PA. Realizaram-se entrevistas com o professor de Física da escola, com a aluna e com a professora de acompanhamento do Atendimento Educacional Especializado. Os resultados são discutidos em consonância com estudos da área. Observou-se que a falta de qualificação docente parece ser um dos principais desafios da Educação Especial; em casos como o ensino de Física, que apresenta intenso formalismo matemático, o professor pode ter dificuldades para encontrar alternativas metodológicas que facilitem a inclusão de alunos com necessidades especiais. A aluna com deficiência visual entende que o estudo de Física se voltou para o desenvolvimento de seu raciocínio lógico-matemático e que contribuiu para melhorar o seu entendimento sobre conteúdos conceituais, com destaque para o conteúdo de eletricidade, presente em seu dia a dia.

 


Palavras-chave


ensino de física, deficiente visual, qualificação docente

Texto completo:

145 - 159

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica

ISSN: 2236-2150 (Eletrônica)

ISSN: 2179-6955 (Impresso)  

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.