ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL, GAMIFICAÇÃO E EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DE LITERATURA

Yane Ferreira Machado, Francisco Kelsen de Oliveira

Resumo


Tendo em vista a mudança comportamental dos estudantes nas novas gerações, considerando a popularização da tecnologia, entende-se que a Orientação Profissional (OP) precisa ater-se a essas transformações. Desse modo, a gamificação aparece como uma possibilidade de trabalho, inclusive no campo da Educação Profissional e Tecnológica (EPT). Diante desse cenário, o presente trabalho objetiva verificar as possíveis aproximações entre a OP, a gamificação e a EPT. Para tanto, parte-se de uma Revisão Sistemática de Literatura. A partir das pesquisas é possível inferir que a gamificação é um tema que vem ganhando espaço atualmente, uma característica não tão presente na Orientação Profissional, não tendo sido encontrados resultados relacionando esses dois eixos na literatura pesquisada. Todavia, isso não implica na rejeição da proposta de combinar a gamificação com a orientação profissional, ao contrário disso, reforça a ideia de que a estratégia de gamificação, que já está sendo utilizada em vários contextos conforme a RSL pode promover o engajamento dos participantes e abre ainda mais questionamentos que carecem de investigação teórica e experimentação prática que possam comprovar ou refutar a viabilidade de combinar no processo de Orientação Profissional as estratégias de gamificação e direcioná-la para estudantes da Educação Profissional e Tecnológica.


Texto completo:

PDF

Referências


AMBIEL, Rodolfo Augusto Matteo et al. Avaliação de processos de orientação profissional e de carreira: problemas e possibilidades. Aval. psicol., Itatiba , v. 16, n. 2, p. 128-136, 2017. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2018.

ANTUNES, Ricardo L.C. Os Sentidos do Trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho – 2ª Edição, 10ª reimpr. rev. e ampl. – São Paulo, SP: Boitempo, 2009.

ARAÚJO, Daniel Negreiros et al. Jogos educativos na engenharia de requisitos. In: Fórum de Educação em Engenharia de Software (FEES), 10., 2016, Maringá. Anais [...]. Maringá: 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2018.

ARAÚJO, Wendell Oliveira de; SILVA, Thiago Reis da; ARANHA, Eduardo H. S. Aplicação de Jogos Adaptativos na Educação: uma Revisão Sistemática da Literatura. In: Simpósio Brasileiro de Informática na Educação – SBIE, 17., 2016, Uberlândia. Anais [...]. Uberlândia: 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 out. 2018.

COELHO NETO, João; BLANCO, Marília Bazan; SILVA, Juliano Aléssio. O uso de gamificação e dificuldades matemáticas: possíveis aproximações. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 15, n. 1, p. 1-9, 2017. Disponível em: < DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.75151>. Acesso em: 10 out. 2018.

HENRIQUES, Cecília; ULBRICHT, Vania Ribas. Gamificação e personalização para idosos. In: CIET/EnPED 2018 – Educação e Tecnologias: Materiais didáticos e mediação tecnológica, 4., 2018, São Carlos. Anais [...]. São Carlos: 2018. Disponível em: . Acesso em: 10 out.2018.

HOFFMANN, Guilherme; FONSECA, Ludmilla Lopes da. O uso de jogos empresariais como método de engajamento em gestão de pessoas em projetos nas organizações de estruturas matriciais. Revista International Contemporary Management Review, v. 1, n. 2, p. 1-16, 2018. Disponível em: < http://icmreview.com/icmr/article/view/31>. Acesso em: 10 out. 2018.

JORGE, Carlos Francisco Bitencourt; SUTTON, Michael J. D. Games como estratégia na construção e gestão do conhecimento no contexto da inteligência organizacional. Rev. Perspectivas em Gestão e Conhecimento, João Pessoa, v.6, número especial, p.103-118, 2016. Disponível em: . Acesso em:14 ago. 2018

OLIVEIRA, Francisco Kelsen; GOMES, Alex Sandro. Uma revisão sistemática da literatura sobre ferramentas de autoria de IMS-LD. Anais do XXVI Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE 2015), CBIE-LACLO 2015. DOI: 10.5753/cbie.sbie.2015.376 Acesso em: 14 jan. 2019.

MACHADO, Lisiane et al. A Gamificação como Estratégia de Capacitação e o Estado de Flow: um Estudo de Caso em uma Empresa da Área de Tecnologia da

Informação (TI) da Região Sul do Brasil. In: SBC – Proceedings of SBGames 2015/ XIV SBGames. 14, 2015, Teresina. Anais […]. Teresina: 2015. Acesso em 10 out. 2018. Disponível em < https://s3.amazonaws.com/academia.edu.documents/40955017/147601.pdf?AWSAccessKeyId

=AKIAIWOWYYGZ2Y53UL3A&Expires=1548729180&Signature=ruVY%2F%2B%2B%2Bs%2Bea3cfsxD9f4ItMLWk%3D&response-content-disposition=inline%3B%20filename%3

DA_Gamificacao_como_Estrategia_de_Capacit.pdf>.

MACHADO, Yane Ferreira; OLIVEIRA, Francisco Kelsen. Orientação profissional e Gamificação: uma articulação possível? In: Anais do I Seminário Nacional de Educação Profissional e Tecnológica do IFSul, Charqueadas, 2018. Disponível em https://doity.com.br/anais/i-seminario-nacional-de-ept/trabalho/72797 Acesso em 19 jun. 2019.

MARTINS, Raiane dos Santos; FERNANDES, Kleber Tavares. Gamificação como fator motivacional para diminuição das taxas de evasão nos MOOC. In: Congresso Regional sobre Tecnologias da Educação – Ctrl+e, 2016, Natal. Anais [...]. Natal: 2016. Acesso em: 10 out. 2018. Disponível em:

MASSI, Maria Lúcia Gili. Criação de objetos de aprendizagem gamificadas para uso em sala de treinamento. Revista Científica Hermes, n.17, p.18-35, 2017. Disponível em: < http://www.fipen.edu.br/hermes1/index.php/hermes1/article/view/304>. Acesso em: 14 ago. 2018.

MATTAR, João et al. Gamificação e jogos para metodologia científica: proposta de jogo de tabuleiro e game. In: SBC – Proceedings of SBGames 2017/ XVI SBGames, 16., Curitiba, 2017. Anais [...]. Curitiba: 2017. Disponível em . Acesso em: 10 out. 2018.

NASCIMENTO, Sloan Pereira do, et al. Gamificação no Ensino: uma revisão sistemática da literatura no cenário brasileiro. In: Simpósio Hipertexto e Tecnologias na Educação, 6., Niterói, 2015. Anais [...]. Niterói: 2015. Disponível em: < http://www.nehte.com.br/simposio/anais/Anais-Hipertexto-2015/Gamifica%C3%A7%C3%A3o%20no%20Ensino.pdf >. Acesso em: 10 out. 2018.

PEIXOTO, Mariana Maia et al. Um Mapeamento Sistemático de Gamificação em Software Educativo no Contexto da Comunidade Brasileira de Informática na Educação. In: Workshop de Informática na Escola (WIE 2015). CBIE-LACLO 2015. 21. Maceió, 2015. Anais [...]. Maceió: UFAL, 2015. Acesso em 10 out.2018. DOI: 10.5753/cbie.wie.2015.584

RAMOS, Marise Nogueira. História e Política da Educação Profissional. Curitiba: Instituto Federal do Paraná, 2014. - (Coleção formação pedagógica; v. 5). Disponível em: . Acesso em 10 dez. 2018.

REZENDE, Bruno Amarante Couto; MESQUITA, Vânia dos Santos. O uso de gamificação no ensino: uma revisão sistemática da literatura. In: SBC – Proceedings of SBGames 2017/ XVI SBGames, 16., Curitiba, 2017. Anais [...]. Curitiba: 2017. Disponível em< https://www.sbgames.org/sbgames2017/papers/CulturaShort/175052.pdf>. Acesso em 10 out.2018.

SANTOS, Marina Moura; LUNA, Iuri Noves; BARDAGI, Marucia Patta. O desafio da orientação profissional com adolescentes no contexto da modernidade líquida. Revista de Ciências Humanas, v. 48, n. 2, p. 263-281, 2014. Disponível em Acesso em: 20 ago. 2018.

VIEIRA, Josimar Aparecido; VIEIRA, Marilandi Maria Mascarello. Formação integrada do ensino médio com a educação profissional: o que dizem as pesquisas. Revista Thema, v.13, n.1, p.79-92, 2016. Disponível em: Acesso em: 20 ago. 2018.

WUNSCH, Luana; STODULNY, Luciano. O ensino da Filosofia (com TIC) no Curso de Direito. Afluente: revista de letras e linguística, Bacabal, v.3, n. 7, p. 159-171, 2018. Disponível em: < http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/afluente/article/view/9160 >. Acesso em: 10 out.2018.

ZATTI, Fernanda; et al . Desenvolvimento de carreira de estudantes durante a graduação: análise de fundamentos epistemológicos em estudos nacionais. Rev. Psicologia: Organizações e Trabalho, Brasília , v. 17, n. 3, p. 150-158, 2017 . Disponível em . Acesso em: 10 out. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós-graduação em Educação Profissional e Tecnológica